9 de junho de 2008

Vai virar abóbora.

Sempre contamos historinhas para as crianças para podermos causar impacto, medo, obediência e tantas outras intenções. A Sofia acreditava que passada da meia-noite, criança que não estivesse na cama viraria abóbora. Era muito engraçado vê-la se escondendo sobre as cobertas, os olhares e reações sob qualquer movimento. Ela levava super a sério, até que ontem a Jaque parou com a brincadeira e disse que criança não vira abóbora. 'Vira o que mãe?' replicou a Sofia na mesma hora. 'Vira anjinho filha'.

De história em história a nossa vida vai adiante.

1 comentários:

Rafa disse...

ola sou rafael audibert de caxias do sul rs e gostaria de saber mais sobre os audibert do mundo inteiro e gostaria de talvez encontrar mais pessoas da familia meu e-mail holdriff@bol.com.br abraço